Author Archives: Fulvius Guelfi

  • 0

Aceitação na Prática

Category : Reflexões

Primeiro antes de tudo, quero deixar claro que estou escrevendo este post pois acabo de viver uma experiência que me trouxe até aqui. Assim…

A difícil tarefa de Aceitar

Aceitação nem sempre é fácil, boa, simples e tranquila, ao menos para alguns de nós certo? Bem assim fico mais tranquilo em me abrir para pessoas que são iguais a mim, pessoas que de alguma forma não aceitam seus limites, sim se existem mesmo uma coisa que me deixa chateado é perceber quantos limites eu continuo a me impor por conta das coisas em que acredito. Ainda, a parte mais difícil de relacionamento comigo mesmo, é saber que todo este estado de falta de recurso em que me coloco acontece como uma resposta ao fato de que eu ainda não aceitei que sou limitado, como eu disse nem sempre é fácil, bom e tranquilo conseguir essa façanha.

Isso sim, o incomodo de perceber seus limites, ao menos em mim, é por conta de que junto com a percepção do limite, algo me diz que este limite é pessoal, perene e que de alguma forma este limite esta permeando minha existência atraindo toda minha atenção a miséria de ser limitado. Então a dor, dói um bocado perceber a própria impotência, e diga que eu estou mentindo quem sente diferente… Agora com toda sua energia voltada a perceber seus limites você realmente consegue perceber o quanto o estado para o qual você se desloca é pobre de recursos, e o quanto realmente este estado não é útil para você alcançar seus objetivos e metas.

A aparência de insolúvel

Então ta o limite é seu, meu, seja lá de quem for tem dono, percebe também que perdura no tempo quase como se fosse infinito e do seu modo de pensar afeta mais de uma área da sua vida certo? O que eu to falando esta fazendo sentido para você? Se sim então você também pode perceber alguns de seus limites como indissolúveis. Como cosias maiores até mesmo que você e das quais você terá pouca chace de escapar inclusive durante essa vida.

Essa é uma ilusão comum e bastante estudada, realmente é assim que você aprendeu a evitar coisas que podem ser nocivas até mesmo a sua vida. Estamos falando de um aprendizado da espécie humana, de como nos desenvolvemos com mecanismos de preservação de nossa vida e de nossa espécie.

Sim é uma ilusão, no entanto agora vem a pergunta. Você realmente esta pronto pra deixar de ver seus limites como você apendeu a ver eles durante toda a sua vida? Mesmo sabendo que até então você também julgava ser o jeito certo de perceber as coisas. Se sua resposta for “não” eu recomendo que você desista de ler este texto agora.

A descoberta

Bem então você respondeu SIM e quer dizer que você esta realmente pronto. então vou te fazer um convite irrecusável. Vai para dentro de você e comece a perceber que os seus limites são impessoais, ou seja “isso não te pertence mais” – só por um momento, somente como experiência mental e verifica então como mudou. Enquanto agora você vai perceber que seus limites vão durar só o tempo que você quiser que eles durem, também como exercício mental finalmente você passará a perceber seus limites como algo fora de você, algo que acontece, por um tempo determinado, e que não faz parte de você. percebe agora como tudo isso muda se você só pudesse acreditar desa nova forma.

Agora de posse dessa experiência o que você deseja fazer, pois realmente você pode manter-se onde esta e ter pena de você mesmo enquanto tudo vaia acontecendo na sua vida. Você não tem nem como responder adequadamente as coisas pois se acredita mesmo muito limitado…  Ou você de verdade pode pensar de forma mais com foco no que você precisa para, ultrapassar, superar, sobrepujar esse mero limite que talvez tenha sido imposto a você por uma condição interna, por algo que você acredita e que pode deixar de acreditar se isso puder ajudar na sua atual situação, ou talvez tenha sido apresentado por uma falta de habilidade ou alguma competência que você pode aprender, ainda externamente os limites podem estar relacionados a lugares que você vai ou irá.

O melhor de tudo, você não precisa usar esse seu poder sempre, você agora pode escolher quando onde e como usar essa nova forma de perceber seus limites.

Aceita que dói menos

Agora então estamos prontos para aceitar nossos limites e perceber, que fica cada vez mais claro, que a não aceitação é o primeiro passo para criar um grande problema sobre um limite… Fica mais fácil agora ao perceber o limite de forma diferente que você passe a aceitar e comece a liberar a sua energia para que ela trabalhe por uma forma saudável e ecológica de adaptar uma solução para os problemas que o limite te trás.

Então parece atraente entender sobre como isso pode funcionar para você também, vem aprender mais sobre auto controle, auto liderança, auto gestão, etc… Não perca a oportunidade, comente neste post ou entre em contato com a gente.


  • 0

Autoliderança, mais que emoções

Category : AGP , Reflexões

Mais que somente Emoção Inteligente, a Autoliderança é uma atitude

Então tá, neste curso, é falho o nome “Emoções Gerenciadas” o nome poderia ser “Autoliderança”, claro que poderia, no entanto você sabe mesmo do que trata um curso de “auto”… “liderança”? Bem talvez a palavra te pareça familiar, ou mesmo ela pode soar como conhecida, ou você pode de alguma forma sentir que conhece ao menos alguma coisa sobre o conceito da “Autoliderança”.

Sim, e como é para você? Com você faz para se imaginar se autoliderando? Você imagina o que mais ainda você pode imaginar alcançar dentro de um estado de empoderamento onde você tem controle sobre as respostas que você dá aos eventos que ocorrem com você. Pensa só por um momento se você realmente pudesse tomar conta e controlar o mundo a sua volta, responder a ele de forma adequada sempre que escolhesse dessa forma. Um mundo onde você não mais seria pego desprevenido por algum evento, um mundo em que você realmente não perderia seu equilíbrio, muitos chamam isso de ficar fora de centro.

Isso é porque neste estado descrito você perde um pouco do sentido da realidade, de centramento, de estar em você, as coisas parecem não fazer sentido, e podemos até nos expressamos assim – “é como se faltasse chão” – significa que a nossa percepção sensorial da realidade esta diminuída, a base de 5 sentidos que você usa para perceber o mundo, pessoas e coisas a sua volta esta “descalibrada”, parece mesmo que o sensor responsável por catar aquele tipo de informação esta desregulado.

A Função da Emoção

Então ai de novo o nome tem “sentido”…sentido? Sim faz sentido ou seja passa a ter uma lógica provável, pode sr explicado, mensurado, possuído, sim é isso, faz sentido, esta dentro da realidade. Bem se pensarmos assim então claro que podemos experimentar momentos onde tudo faz sentido e temos o controle mesmo fictício do que acontece conosco, e momentos onde a nossa percepção ou a expectativa não condiz com a realidade, neste momento a emoção se ativa.

Sim a emoção tem uma função nessa máquina onde vivemos, nosso sistema mente-corpo-emoção utiliza esta última peça do sistema como um sistema de alerta, como um sinal ou aviso de que algo no mundo esta diferente do que você esperava, este aviso pode noticiar que algo está melhor com uma emoção considerada positiva ou boa, sempre segundo a sua interpretação, ou pode vir dar a notícia que algo esta pior do que o que você esperava encontrar ou ter.

Emoção em movimento

Sua emoção é responsável direta pelo movimento ou resposta que você terá de forma automática a algum evento que ocorra, ou seja, esta emoção que por vezes você não controla, ou te parece incontrolável, imprevisível, etc… é o que vai fazer parte importante da sua motivação, e mais determinação de agir em resposta. Sim é isso toda sua determinação e motivação estão ligados a essa emoção e perceba que por vezes isso é um processo tão profundo e automático que pensamos ser até instintivo.

Sua emoção governa a sua resposta aos eventos que se apresentam no mundo, é esperado portanto que se você quer realmente quer manter equilibrado e capaz de se autogovernar mesmo em um ambiente de pressão, você pode utilizar o conhecimento de estar sob controle de suas emoções.

Etão o curso fala sobre gerenciar emoções, e muito mais que isso, além da emoção, é principalmente sobre gerenciar o estado, não só emocional, mas todo este estado que resulta como resposta reflexiva e automática a suas emoções. O estado que realmente te movimenta, o estado da atitude de ser.

Prece atraente pra você pode ter este tipo de controle, eu diria té este tipo de poder sobre você mesmo. Você quer saber mais


  • 0

Não Adianta! Num Cabe, Num Vai Funcionar, Num Vou Conseguir

Category : Reflexões

Auto Confiança abalada

Sobre o uso funcional da Auto Confiança, quero compartilhar com vocês uma experiência que me foi proporcionada por meu lindo menino de 3 anos e meio. Estávamos eu e ele em nossa casa e ele havia acabado de receber um presente, uma sandália de um herói da TV chamado “Ben 10”. Nessa caixa vinha uma sandália e uma bolinha de tênis com uma fita para prender no braço e brincar de ficar jogando a bolinha. Após abrir o presente e vestir a sandália a experiência veio a tona… Ele, em determinado momento decidiu que iria usar a caixa para guardar o tablet, a capa do tablet e também a tal bolinha com a fita, tudo de volta na caixa da sandália.

Pronto, agora sim, como todos sabem, menos uma criança de 3 anos e meio, que existe um volume nos objetos, e que se você experimentar colocar dentro de uma caixa coisas maiores em volume total do que cabe na caixa, isso vai se refletir e um desafio para a Auto Confiança, pois será realmente impossível conseguir fechar a caixa de forma adequada a voltar a ter a aparência da original que ele tinha recebido a pouco.

Meio óbvio não é mesmo, então permita-se começar a olhar agora com os olhos de uma criança, para poder perceber o real valor de experimentar tudo que este aprendizado desta parte da Auto Confiança pode te proporcionar.

Sua expectativa não modifica a realidade

No entanto nossa expectativa pode governar nossa experiência, pode ser o motivador e energizador, que são gerados a partir da emoção que existe como função do nosso sistema. Função de um sistema de funções que serve para avisar que a realidade do nosso mundo atual não esta adequado aquilo que nós esperavamos. Sim você é normal, ao menos se normal para você significa: “como a maioria de nós”. Em geral seres humanos são funcionais, ou seja tem função dentro de sistemas maiores. Seres humanos também são funcionais de dentro para fora, essa afirmação também é uma generalização, pois sabemos que nem todos nós somos plenamente funcionais em todos os contextos.

Funcionamos em sistemas

É parte da função da emoção, nos avisar sobre divergências entre o nosso mundo e o que nós esperávamos dele, então nosso sistema gera esta emoção, que se traduz como a energia do movimento que nós fazemos para alterar o mundo a nossa volta, ou que nós podemos usar para adequar a nossa expectativa ao que o nosso mundo pode nos oferecer no contexto, um treino de saber até onde nós já chegamos e até onde ainda podemos ir, tudo sobre Auto Confiança, como eu disse antes.

De volta a cena do meu menino, ele colocou tudo na caixa e a caixa, é claro, não fechava, então a escolha:

“1- posso chorar e pedir para minha mãe dar um jeito pra mim, afinal ela sempre resolve tudo”.

“2- posso entender e perceber que neste objeto não cabe tudo que eu quero colocar, então eu preciso ter flexibilidade de me adaptar a essa nova realidade e alterar o meu plano pois com certeza este é só mais um desafio que vou transpor”.

“3- talvez ainda exista uma outra solução para que eu consiga o máximo do que quero utilizando o máximo dos recursos que tenho, que eu ainda não pensei mas que realmente pode fazer a diferença”.

Não seria mesmo ótimo se pudéssemos, com 3 anos e meio, ter este discernimento, imagina quantos sonhos frustrados e expectativas não alcançadas poderiam não ter exercido tanto poder sobre nós. Claro que meu menino não teve escolha, ele esta aprendendo a se frustar, isso é uma experiência de aprendizado de Auto Confiança, e ele deve passar por este aprendizado. A escolha da primeira opção foi a única que ele percebeu adequada no contexto.

E você o que escolhe

Com 3 anos e meio este tipo de reação pode ser saudável, no entanto assim aprendemos e por muitas vezes transferimos este aprendizado para a idade adulta e isso pode causar sérios problemas em certos contextos inadequados. Você pode facilmente imaginar o que aconteceria se o Donald Trump começasse a chorar e fosse até seu comandante do exército falando, “Mamãe, o ditador da Korea do norte esta lançando mísseis eu não quero isso… to bravo com aquele chato!”. Sabe depois que escrevi isso me senti meio estranho!

Lembra que eu disse que queria compartilhar com você uma experiência minha, etão agora estamos prontos para chegar aqui. Meu filho não teve escolha pois seus aparelhos ainda estão em desenvolvimento e isto faz parte de seu aprendizado de Auto Confiança certo? No entanto se aplicarmos a mesma situação em outro contexto a pessoas mais velhas como eu, não faz muito sentido escolher a primeira opção em detrimento das demais, ou mesmo em detrimento de uma outra opção, que só você foi capaz de saber que existe e que esta agora na sua mente, que pode realmente te proporcionar melhores resultados com sentimentos muito mais empoderadores para a Auto Confiança do que o vitimismo de chamar a “mamãe”.

Etão lembre-se, “Não Adianta! Num Cabe, Num Vai Funcionar, Num Vou Conseguir” só pra crianças que ainda estão aprendendo ok, seres humanos como você conscientes tem o direito de poder ter melhores escolhas.